Perfil:
Luís Augusto


Arquivos:

Amigos (0)::

POSTS


28/03/2015 às 21:55

MINHA CONVERSÃO
Postado por Luís Augusto

Você, gostaria de saber um pouquinho de minha conversão ao Senhor Jesus, e algumas coisas que eu fazia antes disso...  vamos lá.

Antes de minha conversão, eu lia livros de bruxaria, espiritismo, magia negra, ia em cartomantes, ia em centros espíritas, lia livros de auto-ajuda, como evoluir a mente, eu lia de tudo um pouco, minha cabeça era quase um caldeirão de ideias espiritualistas, e frequentava também. Sobre denominações, minha criação foi no catolicismo. Depois com o passar dos anos lendo a Bíblia saí do catolicismo e fui para uma denominação pentecostal, mal sabia eu os erros que tinha no sistema.

Depois passei a ler a Bíblia novamente e comecei a encontrar muita coisa fora do que a Bíblia ensina. Aí resolvi frequentar muitas denominações, algo em torno de umas 30 ou 40 e tantas outras seitas que tem por aí que chegaram a ser mais ou menos umas 60 ou 70, eu frequentei.

Comecei a ler a Bíblia novamente, e ver as tremendas heresias que falavam onde a Bíblia não ensinava, embora sem eu saber que fazia parte de seitas, minha conversão foi em 2003. Em 2012 saí das denominações onde de acordo com a Bíblia todo o sistema estava errado. Hoje sempre que posso e tenho tempo, congrego com outros irmãos somente ao nome de Jesus como a Bíblia ensina Hebreus 13:13; Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4; Mateus 12:30; Lucas 11:23; Apocalipse 5:9; Apocalipse 18:4; Jeremias 51:45; Jeremias 51:9.



Comentários




28/03/2015 às 21:46

JESUS SEMPRE FOI DEUS? 
CONFIRA AS PASSAGENS NA BÍBLIA ONLINE
Postado por Luís Augusto

João 1:1 diz que “o Verbo era Deus.” João 1:14 diz que “o Verbo se fez carne.” Isto claramente indica que Jesus é Deus em carne. Atos 20:28 nos diz: “...Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.” Quem comprou a igreja com Seu próprio sangue? Jesus Cristo. Atos 20:28 declara que Deus comprou a igreja com Seu próprio sangue. Portanto, Jesus é Deus!

Tomé, o discípulo, declarou a respeito de Jesus: “Senhor meu, e Deus meu!” (João 20:28). Jesus não o corrige. Tito 2:13 nos encoraja a esperar pela volta de nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo (veja também 2 Pedro 1:1). Em Hebreus 1:8, o Pai declara a respeito de Jesus: “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.”

Em Apocalipse, um anjo instruiu o Apóstolo João para que adorasse a Deus (Apocalipse 19:10). Nas Escrituras, várias vezes Jesus recebe adoração (Mateus 2:11; 14:33; 28:9,17; Lucas 24:52; João 9:38). Ele nunca reprova as pessoas quando recebe adoração. Se Jesus não é Deus, Ele teria dito às pessoas para não ser adorado, assim como fez o anjo em Apocalipse. Há muitos outros versículos e passagens das Escrituras que atestam a favor da divindade de Jesus.

 1 João 5:20: "Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. JESUS É DEUS.
 João 1:29: "Eis o Cordeiro de Deus".  Jesus é Deus.
 João 3:2: "Ele é mestre".
 João 2:1-12; 
João 4:43-54:"Ele é milagroso".
 João 6:35-51: "Ele é o Pão da vida".
 João 10
:1-21;
1 João 4:14; Atos 13:23: "Ele é o Bom Pastor". 
 Lucas 2:11;
1 Coríntios 10:4; 1 Coríntios 15:54-57: "Ele é Salvador".  
 1 Coríntios 10:4: "Ele é o Cristo".
 Filipenses 2:11: "Ele é Senhor".
 Salmos 28:8;
Salmos 84:9: "Ele é o Ungido".
 João 1:14: "Ele é o 
unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade".

unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.

João 1:14

 João 4:25: "Ele é o Messias".

A razão mais importante para Jesus ser Deus é que se Ele não o fosse, Sua morte não teria sido suficiente para pagar a pena pelos pecados do mundo inteiro (1 João 2:2). Somente Deus poderia pagar preço tão infinito. Somente Deus poderia carregar os pecados do mundo (2 Coríntios 5:21), morrer e ressuscitar, provando Sua vitória sobre o pecado e a morte.

 



Comentários




20/03/2015 às 18:49

QUEM VOCÊS DIZEM QUE EU SOU?
CONFIRA AS PASSAGENS NA BÍBLIA ONLINE
Evangelho de Lucas 9:18-20.

Postado por Luís Augusto

"Certa vez Jesus estava orando em particular, e com ele estavam os seus discípulos; então lhes perguntou: "Quem as multidões dizem que eu sou?" Eles responderam: "Alguns dizem que és João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, que és um dos profetas do passado que ressuscitou." 'E vocês, o que dizem?', perguntou. 'Quem vocês dizem que eu sou?' Perguntou Jesus aos discipulos, (Lucas 9:20).

Hoje Jesus faz a mesma pergunta a cada coração: "Quem vocês dizem que eu sou?" Jesus pergunta à você (Lucas 9:20). As respostas são as mais diversas. Alguns dirão que é Elias reencarnado, sem nunca terem reparado que o profeta Elias não passou pela morte, mas foi arrebatado ao céu (2 Reis 2:11). No evangelho de Mateus veremos que Jesus conversa com Elias e Moisés, quando se transfigura diante dos olhos de seus discípulos (Mateus 17:2-3). Se ele fosse a reencarnação de Elias não poderia ter conversado consigo mesmo.

Alguns piedosamente afirmam ter sido ele um grande homem, um mestre elevado que veio trazer mensagens valiosas para nossa evolução espiritual. Será? Achar que com uma opinião assim você está elogiando Jesus é como querer elogiar Albert Einstein por saber tabuada. Considerar Jesus menos que divino é uma ofensa a Deus.

Os muçulmanos dizem que Jesus é apenas mais um dos profetas de Deus e os judeus negam que ele seja o Messias prometido. Existe ainda uma "miríade de seitas e religiões" cujos fundadores afirmam ser a mais recente manifestação de Jesus. Só na Internet é possível encontrar mais de trinta ou quarenta deles, sem contar os que estão em instituições para doentes mentais, o que poderia ser considerado o maior caso de roubo de identidade da história.

Por que tanta gente quer se passar por Jesus? Por outro lado, por que tantos têm tamanha aversão e ódio por este nome? E por que milhares amaram tanto este mesmo nome ao ponto de morrerem por ele? Deve existir algo de muito especial nessa pessoa. Então quem é realmente Jesus? Um bom lugar para começarmos a pesquisar é a própria Bíblia, iniciando pelo Antigo Testamento que terminou de ser escrito 450 anos antes de Jesus nascer.

Ali encontramos profecias que falam dele, e se você tiver um conhecimento mínimo dos evangelhos verá que seria humanamente impossível alguém preencher todas as expectativas dos profetas por mera coincidência. A probabilidade de uma mesma pessoa se encaixar em apenas 8 das mais de 300 profecias do Antigo Testamento que falavam do Messias é de uma em cem quatrilhões. E quais seriam as chances de alguém cumprir 48 dessas profecias? Pense no número dez seguido de 157 zeros. E Jesus não se encaixa em apenas 48 profecias, mas em mais de trezentas!

Antes de dar sua opinião sobre quem é Jesus, é bom verificar se ele preenche as credenciais previstas pelos profetas do Antigo Testamento. Miquéias previu que Jesus nasceria em Belém de Judá (Miquéias 5:2), o profeta Isaías avisou que isso seria pela concepção de uma virgem (Isaías 7:14).

O profeta Jeremias escreveu que crianças seriam mortas por ocasião de seu nascimento, e foi o que o Rei Herodes mandou fazer quando soube que o rei prometido a Israel havia nascido (Mateus 2:16). A perseguição fez com que José e Maria fugissem com o menino Jesus para o Egito (Mateus 2:16-19), o que também havia sido previsto pelo profeta (Oséias 11:1). Segundo o profeta Isaías, a região de seu ministério seria a Galileia ao longo do Rio Jordão, e ele seria rejeitado pelo povo judeu, como foi. (Mateus 4:12-25).

Zacarias anunciou com séculos de antecedência a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém (Zacarias 9:9), e o profeta Daniel especificou até mesmo a época em que isso aconteceria, uma semana antes de ser crucificado (Daniel 9:27). Com mil anos de antecedência Davi previu que o Messias seria traído por um de seus amigos (Salmo 41:9) e Zacarias confirmou, indicando que o traidor receberia trinta moedas de prata que seriam depois lançadas no Templo e usadas para comprar o campo de um oleiro.
(Zacarias 11:12)-(Lucas 22:3-6)-(Marcos 14:10-11) -(Mateus 26:15)-(Mateus 26:20-24)-(Mateus 27:3-7).

Isaías escreveu, com setecentos anos de antecedência, que o Messias permaneceria mudo diante de seus acusadores e que seu sofrimento e morte seriam para pagar pela culpa de outros, eu e você.

Ele diz assim: "Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca." (Isaías 53:5-7).

O mesmo profeta Isaias, indicou que ele morreria entre malfeitores. (Mateus 27:38) diz: "E foram crucificados com ele dois salteadores, um à direita, e outro à esquerda."
E Davi, no Salmo 22, previu que ele seria crucificado, com as mãos e os pés atravessados por grandes pregos (Salmos 22:16).

Os Salmos acrescentavam que o crucificado seria insultado e que em sua sede lhe dariam vinagre diz assim: "Todos os que me vêem zombam de mim," (Salmos 22:7).
O evangelho de João 19:28-29 diz que: "Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede.
Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissope, lha chegaram à boca."
Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água."
(João 19:34).

Seu corpo morto seria furado por uma lança (João 19:34). Davi acrescentou que suas vestes seriam sorteadas entre seus carrascos. Porém nenhum osso seria quebrado, nem o das pernas ao contrário do que era comum na crucificação, quando as pernas dos condenados eram quebradas para acelerar a morte (Salmos 22:17-18)-((João 19:33). Os profetas previram, além da morte, a ressurreição e ascensão de Jesus ao céu, mas isso só foi visto por um pequeno grupo de pessoas, os discípulos de Jesus (Atos 1:7-11). Sim, existem coisas que você só conseguirá enxergar se for discípulo de Cristo, um círculo no qual se entra unicamente pela fé, não pela razão.

Assim foi que, quando Jesus perguntou aos seus discípulos "Quem vocês dizem que eu sou?" (Lucas 9:20), o evangelho de Mateus mostra que a resposta de Pedro, de que Jesus era o Cristo, o Messias prometido, não veio dele próprio, mas de uma revelação direta de Deus: "Feliz é você, Simão, filho de Jonas! Porque isto não lhe foi revelado por carne ou sangue, mas por meu Pai que está nos céus" (Mateus 16:17).

E para você, quem é Jesus?

 



Comentários




19/03/2015 às 16:48

DEVEMOS OBEDECER PASTORES?
CONFIRA AS PASSAGENS NA BÍBLIA ONLINE

Postado por Luís Augusto

A carta aos Hebreus 13:17 diz: "Obedecei a vossos pastores, e
sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil".

A minha pergunta é: o que é um "pastor"? Alguém mais apressado poderia responder que se trata de um homem que estuda em uma faculdade de teologia, tira um diploma e é ordenado por uma determinada igreja ou denominação, recebendo assim uma congregação para pastorear, onde ele será o líder e os demais serão os membros. De certa maneira, a mesma resposta poderia descrever tanto um "pastor" protestante como um padre católico. Mas será que encontramos isso na Palavra de Deus a Bíblia? Não.

Pastor é um dom dado pelo próprio Senhor (Efésios 4:11). Nenhuma escola, homens, ou organização, pode fazer de alguém um pastor a Bíblia não ensina isso. É um dom como é o evangelista. Vemos a ordem dos dons claramente indicada em Atos 11:19-20 que diz: " E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus. E havia entre eles alguns homens chíprios e cirenenses, os quais entrando em Antioquia falaram aos gregos, anunciando o Senhor Jesus".

Os evangelistas pregam o evangelho (Atos 11:19-20), pessoas creem (Atos 11:21 ), recebem um irmão com o dom de pastor (Atos
11:22‑24) que os reúne como faz o pastor às ovelhas, cuidando delas e exortando‑as a permanecerem unidas ao Pastor que é Jesus Cristo. Vem, então, a necessidade de alimento mais sólido para aquelas almas e Paulo
(além do próprio Barnabé) vai exercer o dom de mestre (Atos 11:25‑26) ensinando‑os.

Portanto, o pastor que a Bíblia MANDA QUE OBEDECEMOS não é uma pessoa que ocupa um cargo ordenado por homens, mas
um homem que tem um dom dado por Cristo. Se você e eu fizermos parte de uma denominação, evidentemente teremos que obedecer aquele homem que foi colocado pela denominação como autoridade. Mas a partir do momento que compreendemos que todo o sistema está errado, devemos se apartar dele obedecendo 2 Timóteo 2:19 que diz: "Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade".

Para nos reunirmos somente ao nome do Senhor Jesus, iremos reconhecer também, que há irmãos dotados pelo Senhor (que não levam sobre si títulos) mas que demonstram ter um cuidado especial pelo rebanho. Devemos então obedecê-los como você já leu, no inicio do texto Hebreus 13:17 que diz: "Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil". Porque são irmãos que o próprio Senhor colocou para cuidarem do rebanho.

Mas não se esqueça, a Bíblia nos adverte sempre sobre falsos profetas,
falsos apóstolos, falsos obreiros, fingindo serem, apóstolos de Cristo e
pastores mercenários, não se esqueça disso...

Em 2 Pedro 2:1 diz:"No passado surgiram falsos profetas no meio do
povo, como também surgirão entre vocês falsos mestres. Estes
introduzirão secretamente heresias destruidoras, chegando a negar o
Soberano que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina
destruição".

Leia também Mateus 7:15-20; Mateus 24:24;
Marcos 13:22; João 10:10-13; Deuteronômio 18:20-22; Romanos 16:17-18; 1 João 4:1; Mateus 24:11-12; Mateus 7:21-23; Mateus 24:23-26; Mateus 24:4-5; 2 Coríntios 11:3-4; 2 Coríntios 11:13-15; 2 Tessalonicenses 2:3-4; 2 Tessalonicenses 2:8-10.

 



Comentários




11/03/2015 às 15:35

"O CESSACIONISMO É BÍBLICO?"
CONFIRA AS PASSAGENS NA BÍBLIA ONLINE
Postado por Luís Augusto

O cessacionismo é a visão de que os "dons" de línguas e cura cessaram, ou seja, que o fim da era apostólica trouxe um fim aos milagres associados a esse período. A maioria dos cessacionistas creem que, embora Deus possa e ainda faça milagres hoje, o Espírito Santo não mais usa indivíduos para realizar sinais.

A Bíblia mostra que os milagres ocorreram durante períodos específicos para a finalidade específica de autenticar uma nova mensagem de Deus. Moisés foi capaz de fazer milagres para autenticar o seu ministério diante do Faraó. Em Êxodo 4:1-8 diz: "Então respondeu Moisés, e disse: Mas eis que não me crerão, nem ouvirão a minha voz, porque dirão: O SENHOR não te apareceu. E o Senhor disse-lhe: Que é isso na tua mão? E ele disse: Uma vara. E ele disse: Lança-a na terra. Ele a lançou na terra, e tornou-se em cobra; e Moisés fugia dela.
Então disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão e pega-lhe pela cauda. E estendeu sua mão, e pegou-lhe pela cauda, e tornou-se em vara na sua mão; Para que creiam que te apareceu o Senhor Deus de seus pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó.
E disse-lhe mais o Senhor: Põe agora a tua mão no teu seio. E, tirando-a, eis que a sua mão estava leprosa, branca como a neve.
E disse: Torna a por a tua mão no teu seio. E tornou a colocar sua mão no seu seio; depois tirou-a do seu seio, e eis que se tornara como a sua carne. E acontecerá que, se eles não te crerem, nem ouvirem a voz do primeiro sinal, crerão à voz do derradeiro sinal;".

Elias executou milagres para autenticar o seu ministério diante de Acabe, em1 Reis 17:1 diz: "Então Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Vive o SENHOR Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra".  Vamos dar um pulo também em 1 Reis 18:24 que diz: "Então invocai o nome do vosso deus, e eu invocarei o nome do Senhor; e há de ser que o deus que responder por meio de fogo esse será Deus. E todo o povo respondeu, dizendo: É boa esta palavra".

Os apóstolos executaram milagres para autenticar o seu ministério diante de Israel. Em Atos 4:10 diz: " Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós". Também podemos ver Atos 4:16 que diz: "Dizendo: Que havemos de fazer a estes homens? porque a todos os que habitam em Jerusalém é manifesto que por eles foi feito um sinal notório, e não o podemos negar;".

O ministério de Jesus também foi marcado por milagres, chamados pelo Apóstolo João de "sinais",  João 2:11 diz: "Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele". O ponto de João é que os milagres eram provas da autenticidade da mensagem de Jesus.

Após a ressurreição de Jesus, à medida que a Igreja estava sendo estabelecida que é Cristo os apóstolos demonstraram "sinais", tais como línguas e o poder de curar. "Portanto, as línguas são um sinal para os descrentes, e não para os que creem; a profecia, porém, é para os que creem, e não para os descrentes" 1 Coríntios 14:2.

Repare que o texto diz, que as línguas, são um sinal para os descrentes, e não para os que creem, a "profecia" o falar da Palavra de Deus, "é para os que creem, e não para os descrentes". Portanto, se no lugar onde você ouviu tal coisa não havia judeus incrédulos, aquele sinal não tinha qualquer utilidade, principalmente se ficou sem tradução.

A menos que as pessoas que estavam falando quisessem apenas se exibir. Alguém poderia contestar dizendo que elas falavam em línguas estranhas ou estrangeiras para a própria edificação, mas o apóstolo Paulo condena essa ideia. Leia o capítulo inteiro de 1 Coríntios 14, que você verá que o apóstolo está falando de como o uso de um dom para a edificação da igreja ou assembleia é melhor do que um sinal usado egoisticamente para a própria edificação.

Paulo explica por que ele achava que profetizar, ou seja, proferir a Palavra de Deus, seria muito superior ao falar em línguas estrangeiras sem tradução. Ali ele diz assim: "Quem fala em língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios. Mas quem profetiza o faz para a edificação, encorajamento e consolação dos homens. Quem fala em língua a si mesmo se edifica, mas quem profetiza edifica a igreja. Gostaria que todos vocês falassem em línguas, mas prefiro que profetizem. Quem profetiza é maior do que aquele que fala em línguas, a não ser que as interprete, para que a igreja seja edificada. Agora, irmãos, se eu for visitá-los e falar em línguas, em que lhes serei útil, se não levar alguma revelação, ou conhecimento, ou profecia, ou doutrina?... Se vocês não proferirem palavras compreensíveis com a língua, como alguém saberá o que está sendo dito? Vocês estarão simplesmente falando ao ar... Todavia, na igreja prefiro falar cinco palavras compreensíveis para instruir os outros a falar dez mil palavras em língua. Irmãos, deixem de pensar como crianças... sejam adultos" 1 Coríntios 14:1-20.

O Apóstolo Paulo previu que o dom de línguas cessaria 1 Coríntios 13:8 diz: "O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;". Aqui estão seis provas de que já cessou.

PRIMEIRO, os apóstolos, por quem veio o dom de línguas, foram os únicos na história da igreja. Uma vez que o seu ministério foi finalizado, a necessidade de autenticar os sinais deixou de existir.

SEGUNDO, Os dons (ou sinais) de milagres só são mencionados nas primeiras epístolas, tal como 1 Coríntios. Os livros posteriores, como Efésios e Romanos, tem passagens detalhadas sobre os dons do Espírito, mas o dom de milagres não é mencionado, embora Romanos mencione o dom da profecia. A palavra grega traduzida como "profecia" significa "proclamar" e não necessariamente inclui a previsão DE ALGO OU FUTURO.

TERCEIRO, o dom de línguas era um dom inferior ao da profecia (pregação). Pregar a Palavra de Deus edifica os crentes, ao passo que o dom das línguas não o faz. Os crentes são orientados a buscar profetizar, ou seja, proferir o falar a Palavra e não o falar em línguas, é o que diz 1 Coríntios 14:1-3: "Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar. Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação".

QUINTO, a história indica que o dom de línguas cessou, pois os pais pós-apostólicos não o mencionaram de forma alguma. Agostinho, considerava o sinal de línguas como algo que aconteceu apenas nos primeiros dias da Igreja.

SEXTO,  a observação atual confirma que as línguas cessaram. Além do mais Efésios 1:13 deixa bem claro o seguinte: "Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa;".  OUVE O EVANGELHO, CRÊ NELE, E RECEBE O ESPÍRITO SANTO, A ORDEM É ESTA.

o evangelho de Lucas 9:1-2 diz: "E, convocando os seus doze discípulos, deu-lhes virtude e poder sobre todos os demônios, para curarem enfermidades. E enviou-os a pregar o reino de Deus, e a curar os enfermos".

Percebeu... vemos que à medida em que a era dos apóstolos chegou a um fim, a cura, como línguas, tornou-se menos frequente. O apóstolo Paulo, o qual ressuscitou Êutico dos mortos Atos 20:9-12 diz: "E, estando um certo jovem, por nome Ežutico, assentado numa janela, caiu do terceiro andar, tomado de um sono profundo que lhe sobreveio durante o extenso discurso de Paulo; e foi levantado morto. Paulo, porém, descendo, inclinou-se sobre ele e, abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, que a sua alma nele está. E subindo, e partindo o pão, e comendo, ainda lhes falou largamente até à alvorada; e assim partiu.
E levaram vivo o jovem, e ficaram não pouco consolados".

Os motivos mencionados acima são provas do cessacionismo. De acordo com 1 Coríntios 13 e 1 Coríntios14, faríamos bem em "buscar o amor", o maior dom de todos. Se buscarmos algum dom, devemos desejar pregar a Palavra de Deus para que todos sejam edificados.



Comentários